A REGIÃO QUE MAIS CRESCE NO BRASIL saiba o que está acontecendo em seu estado:
Início » Notícias » Brasil » Novo Honda Civic estreia antes do Salão de SP por até R$ 115 mil

Novo Honda Civic estreia antes do Salão de SP por até R$ 115 mil

Além do Chevrolet Cruze, outro importante sedã do cenário brasileiro atual está confirmado para estrear em 2016: a décima geração do Civic, vista por UOL Carrosno Sema Show 2015, destaque da marca no Salão de Detroit 2016 e vencedor da edição 2016 do prêmio “Carro do ano” norte-americano.

Com produção nacional selada (em Sumaré, sede da empresa no Brasil), o carro será lançado entre os próximos meses de agosto e outubro — antes, portanto, do Salão do Automóvel de São Paulo, que acontece em novembro.

No evento, obviamente, o carro será um dos destaques do estande da montadora. O outro promete ser o inédito SUV compacto menor que o HR-V, feito para assumir a posição um dia ocupada pelo hatch aventureiro Fit Twist.

Valores

Nos EUA o Civic Sedan 2016 custa a partir de US$ 18.640 (R$ 74,5 mil em conversão direta). Atualmente, o carro brasileiro começa em R$ 75.700. Com a chegada da nova geração, que oferece mais equipamentos e tecnologia que a anterior — a imprensa norte-americana diz que esta é a mudança mais marcante entre as dez gerações do carro, maior até mesmo que a revolução da 7ª para a 8ª geração –, estima-se que o modelo nacional vá ficar um pouco mais caro.

Segundo apuração, os devem variar entre cerca de R$ 80 mil — valor da versão de entrada, com motor 2.0 aspirado — e aproximadamente R$ 115 mil na configuração Touring, topo de linha, que foi criada, de acordo com a Honda norte-americana, para “encarar o Audi A3 Sedan e outros sedãs compactos premium”.

Versões e motores

Há um estudo da empresa para que se troque a atual nomenclatura utilizada pelo Civic (LXS, LXR e EXR) pela adotada pelos outros carros da gama nacional da fabricante, composta por Fit, City e HR-V (LX, EX e EXL).

A nova geração deve manter o atual motor 2.0 i-Vtec FlexOne, de 155 cv e 19,5 kgfm de torque com etanol (150 cv e 19,3 kgfm com gasolina), e estrear a transmissão CVT — a mesma de Fit, City e HR-V — para as três versões atualmente conhecidas pelo público.

Acima delas a Honda deve oferecer a configuração Touring, topo de linha, que utiliza motor 1.5 turbo de 176 cv e 22,4 kgfm de torque (a gasolina) e uma evolução do câmbio CVT da marca, chamada de LL-CVT.

Este motor está nos planos da empresa para ser produzido localmente, embora chegue via importação em um primeiro momento, e passará por uma “tropicalização” para poder beber álcool e gasolina no país.

 

Veja Também

Carvalhinho: autistas devem ter atendimento prioritário

O vereador Agustinho de Carvalho Filho, o “Carvalhinho”, propôs ao executivo o envio de um ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *