Início » Destaque Coluna » Adolescente morre após levar choque enquanto trabalhava lavando carro, em Jataí

Adolescente morre após levar choque enquanto trabalhava lavando carro, em Jataí

O adolescente Benedito Cavalcante Dantas, de 17 anos, morreu após levar um choque em Jataí, no sudoeste de Goiás. De acordo com o boletim de ocorrência, o menino estava trabalhando lavando um carro quando recebeu a descarga elétrica.

“Ela [a testemunha] disse que ele estava usando uma bota de borracha, mas tirou pois estava machucando, ele colocou um chinelo, mas logo após tomou o choque elétrico”, descreveu o boletim de ocorrência.

Benedito morreu na tarde da última quinta-feira (12), na casa de um cliente. À TV Anhanguera, o responsável pela empresa de lavagem de carros contou que o adolescente trabalhava com eles há três meses e o equipamento que ele usava já tinha sido utilizado na manhã do acidente, mas não apresentou problemas.

De acordo com o delegado Marlon Souza Luz, a Polícia Civil instaurou inquérito para investigar o caso. O investigador explicou que é preciso analisar a parte técnica do equipamento utilizado e as condições do local de trabalho

“A depender do resultado dos laudos, pode caracterizar um homicídio culposo, por possível ausência de equipamentos de proteção individual, por exemplo, para responsabilizar por negligência diante dessa atividade”, afirmou Marlon.

Caso semelhante

No dia 9 de abril deste ano, Enivaldo Alves de Sousa, de 51 anos, morreu ao levar um choque elétrico dentro de uma oficina mecânica, em Jataí. Segundo o Corpo de Bombeiros, ele estava caído em uma poça de água e ao lado dele estava uma lavadora de alta pressão.

O capitão do Corpo de Bombeiros Rômulo Muniz contou que a lavadora estava ligada e Enivaldo tinha queimaduras pelo corpo. Um laudo da Polícia Técnico-Científica confirmou a morte por descarga elétrica.

“Quando chegamos no portão vimos o corpo em cima de uma poça de água e uma máquina lavadora de pressão ao lado dele. A mão dele estava rígida e com queimaduras de quem estava segurando o equipamento”, contou.

Os bombeiros contaram que o homem não era funcionário fixo do local e prestava serviço de diária para os donos da oficina.

Fonte:G1

Veja Também

Morre José Pereira Cardoso, fundador do Biscoitos Pereira

O fundador do Biscoitos Pereira, José Pereira Cardoso, morreu na noite de quinta-feira (11) aos …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.