Início » Destaque Coluna » Aluna que ficou paraplégica após ser baleada por colega vai estudar medicina veterinária em faculdade de Goiânia: ‘Realizando um sonho’

Aluna que ficou paraplégica após ser baleada por colega vai estudar medicina veterinária em faculdade de Goiânia: ‘Realizando um sonho’

Sobrevivente da tragédia no Colégio Goyases, a estudante Isadora de Morais, de 18 anos, vai estudar medicina veterinária em uma faculdade de Goiânia. Ansiosa pelo início das aulas, que devem começar na próxima segunda-feira (14), ela afirma que, apesar de tudo que passou, nunca deixou de lutar para realizar os seus sonhos.

“Essa nova etapa está sendo de muita alegria para mim e para minha família. Apesar de tudo, eu segui em frente e nunca desisti. Estou realizando um sonho”, comemorou a jovem.

Isadora foi aprovada no vestibular da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) no dia 3 de novembro do ano passado. De acordo com ela, a notícia da aprovação deixou toda família com muito orgulho.

“Estou com um misto de sentimentos. Feliz por ter passado e ansiosa para começar logo essa nova etapa. Não vou negar que também sinto um pouco de medo, pois é algo novo para mim”, contou.

A jovem ficou paraplégica após ser baleada dentro de uma sala de aula do 8º ano do Colégio Goyases, no Conjunto Riviera, em Goiânia. Os tiros disparados por um colega, que na época tinha 14 anos, causaram as mortes de João Pedro Calembo e João Vitor Gomes, ambos de 13 anos, e deixaram Isadora e mais três alunos feridos.

Filho de um casal de policiais militares, o atirador foi apreendido após o ato. Ele foi condenado a 3 de internação, chegou a cumprir medida socioeducativa e, em maio de 2020, foi liberado após uma determinação da Justiça.

Fonte:G1

Veja Também

Foragido condenado por mais de 100 estupros é preso após fuga de presídio

A Polícia Penal recapturou Wanderson Alves Carvalho, condenado por mais de 100 estupros em Goiás. …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.