Barroso defende regulação das redes sociais e fala em remunerar a imprensa

O presidente doSupremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, voltou a defender a regulação das redes sociais, nesta quinta-feira, 9, e apoiou o compartilhamento de receitas dasbig techscom a chamada imprensa tradicional.

“As próprias plataformas deveriam regular”, disse Barroso, durante um seminário promovido pelo Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa(IDP). “É fácil, por meios tecnológicos e sem controle de conteúdo prévio. Basta ver se uma informação está circulando com uma velocidade superior aquela que a capacidade humana poderia fazê-la circular.”

De acordo com Barroso, a regulação das redes sociais vai impedir “comportamentos antissociais e inautênticos” na sociedade.

Além da regulação das redes sociais, Barroso fala em remunerar a impresa

Barroso apoiou ainda a proposta segundo a qual as plataformas digitais têm de compartilhar a receita que ganham com a imprensa tradicional. Isso porque a mídia, como um“businessprivado, está “minguando”, em virtude da migração da publicidade para asbig techs. A ideia defendida por Barroso está embutida no PL dasFake News, rejeitado pelo Parlamento.

“Asbig techsnão produzem conteúdo”, observou o presidente do STF. “Quem o faz é a imprensa tradicional. Portanto, há uma carona. Dessa forma, deve haver mecanismos de compartilhamento de receita.”

Para Barroso, a imprensa é mais que umbusinessprivado. É ela a responsável por criar “fatos comuns sobre os quais as pessoas podem formar sua opinião”.

Revista Oeste

FONTE: terrabrasilnoticias.com

Check Also

Ronnie Lessa já reduziu pena em 200 dias lendo livros

foto: reprodução Ronnie Lessa, ex-policial militar e suspeito do assassinato da vereadora Marielle Franco e …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *