Caminhão com doações para o Rio Grande do Sul é multado por excesso de carga; VEJA VÍDEO

Foto: SBT, Reprodução

Um caminhão com doações para o RS foi multado por excesso de carga em Santa Catarina. A jornalista Márcia Dantas, do SBT, deslocava-se ao estado gaúcho na noite dessa segunda-feira (6) quando flagrou o momento da fiscalização. Um dos caminhões do comboio da Prefeitura de Florianópolis, dirigido por um funcionário da Defesa Civil, recebeu uma notificação de multa por estar com o peso do veículo acima do permitido.

Além da situação apresentada na reportagem, outros caminhoneiros relataram à apresentadora Márcia Dantas que, no momento da fiscalização, precisaram apresentar também documentos com a relação dos itens que estão sendo transportados.

Sobre o caminhão com doações para o RS multado por excesso de carga, o SBT entrou em contato com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), responsável por fiscalizar o uso das balanças instaladas próximas aos locais de pedágios. É a ANTT que verifica se caminhões e carretas, entre outros veículos, estão transportando o peso permitido.

Em nota, a Agência informou que “não está retendo veículos com doações e que eles passam apenas por uma verificação do documento do veículo e CNH. Além disso, se for constatada a atuação por essas situações essenciais, as multas serão canceladas”.

O que diz a Prefeitura de Florianópolis?

” Fomos notificados, mas conseguimos entregar os donativos para Porto Alegre. Sobre a multa vamos recorrer”

PRF desmente que caminhões com donativos estão sendo impedidos

Após mensagens circularem informando que os caminhões estavam sendo impedidos de seguir viagem por não estarem com nota fiscal dos donativos, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) afirmou que não está bloqueando o trânsito de veículos com doações e que está “trabalhando incansavelmente para garantir a rapidez nas entregas das doações para os atingidos pelas chuvas no Rio Grande do Sul”.

O que ocorre é que, alguns caminhões com excesso de peso, foram multados pela ANTT. A fiscalização foi criticada por caminhoneiros que consideram que a burocracia pode atrasar ainda mais a chegada dos donativos ao RS.

“Dessa forma, é mentira que estejamos bloqueando o trânsito de veículos com doações por falta da nota fiscal, ou que estejamos recolhendo reboques com motos aquáticas por falta de habilitação do proprietário”, diz a nota.

Confira o pronunciamento do Governador do RS

Nas redes sociais, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, confirmou que fake news estão sendo espalhadas sobre a tragédia no estado, incluindo a notícia de que seria necessária licença para pilotar jet-skis e barcos, fiscalização de marmitas e cobrança de notas fiscais.

FONTE: terrabrasilnoticias

Check Also

URGENTE: em pesquisa AtlasIntel, Pablo Marçal já ultrapassa Tabata e aparece em terceiro colado em Nunes; veja números

Guilherme Boulos, deputado federal e pré-candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PSOL, lidera as …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *