Como camionete de encanador dos EUA foi parar na guerra da Síria – e transformou ex-dono em alvo de ameaças

  • A caminhonete da loja de Mark Oberholtzer apareceu no meio da guerra da Síria após ser vendida nos EUA

A camionete da loja de Mark Oberholtzer apareceu no meio da guerra da Síria após ser vendida nos EUA

Quando o encanador americano Mark Oberholtzer, de 62 anos, trocou sua camionete velha por um modelo mais novo, não podia imaginar que a transação lhe causaria tantos problemas.

Em questão de meses, ele passou de modesto dono de loja de produtos hidráulicos no interior dos EUA a alvo de ameaças de morte por ser “simpatizante de terroristas”.

Tudo por uma imagem que mostra seu antigo veículo adaptado para guerra, em poder de combatentes sírios e com uma bateria antiaérea na carroceria.

Atormentado pelo assédio que sofreu, Oberholtzer, morador de Corpus Christi, cidade de 46 mil habitantes no Texas, processou a concessionária em que fez a troca, pedindo indenização de US$ 1 milhão por danos morais e materiais.

Em 23 de outubro de 2013, Obertholtzer, dono da empresa Mark-1 Plumbing, procurou a concessionária AutoNation Ford Gulf Freeway, em Houston, e trocou sua picape Ford F-250 2005 por uma camionete do mesmo modelo, mas de 2012.

Enquanto esperava a papelada da venda ficar pronta, o encanador diz que começou a retirar da lateral do carro os adesivos com logotipo, nome e número de telefone da empresa.

No entanto, segundo os advogados de Oberholtzer alegam na ação, um vendedor da concessionária pediu que ele não fizesse aquilo porque poderia danificar a pintura do veículo, e que a retirada seria realizada de maneira profissional.

Semanas depois, a concessionária vendeu a camionete em um leilão para a Maz Auto, uma empresa de carros usados em Houston.

Em 18 de dezembro de 2013, de acordo com a ação, o veículo foi exportado do Texas a Mersin, na costa mediterrânea da Turquia, onde provavelmente entrou na espiral de intercâmbio de armas e materiais para a vizinha Síria.

E o rastro do carro se perdeu.

Insultos e ameaças

Um ano depois, em dezembro de 2014, Caleb Weiss, pesquisador de movimentos jihadistas, compartilhou no Twitter uma foto que originalmente havia sido divulgada pelo grupo rebelde sírio Frente Ansar al Din.

A imagem mostrava a antiga camionete do encanador com uma bateria antiaérea, sendo operada por um homem não identificado.

Fonte: Uol

Check Also

Ronnie Lessa já reduziu pena em 200 dias lendo livros

foto: reprodução Ronnie Lessa, ex-policial militar e suspeito do assassinato da vereadora Marielle Franco e …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *