Barulho de sirenes, gás de pimenta, gritaria e muito fogo: Brasília vive noite de caos

Grupos ainda não identificados realizaram atos de vandalismo na noite desta segunda-feira (12) em Brasília. Houve, entre outras coisas, tentativa de invasão a um prédio da Polícia Federal. Durante o tumulto, carros e ônibus foram incendiados.

Para controlar e dispersar os manifestantes, agentes da Polícia Federal usaram bombas de efeito moral e gás de pimenta.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, não houve registro de feridos até o início da madrugada desta terça (13). Em nota, a Polícia Militar do Distrito Federal informou que o alvoroço teve início após o cumprimento de um mandado de prisão temporária contra o cacique José Acácio Serere Xavante, líder indígena apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL). A detenção ocorreu pela suposta prática de atos considerados antidemocráticos.

Conforme a PF, Xavante teria realizado manifestações de cunho antidemocrático em diversos locais da capital federal, especialmente em frente ao Congresso Nacional, no Aeroporto Internacional de Brasília (onde ocuparam a área de embarque), no centro de compras Park Shopping, na Esplanada dos Ministérios, entre outros.

Check Also

BOMBA: Governo Lula alterou dados da Previdência para reduzir projeção de despesa em R$ 12 bi

Créditos: Shutterstock O governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) realizou uma mudança de …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *