Início » Notícias » Entretenimento » Conheça os maiores vilões e veja como evitar a barriguinha indesejada

Conheça os maiores vilões e veja como evitar a barriguinha indesejada

A barriga é um problema para muita gente e é motivo de insatisfação até mesmo entre aqueles que fazem exercícios físicos diariamente. Porém, mais do que estética, o excesso de gordura abdominal pode estar relacionado à resistência à insulina, diabetes, hipercolesterolemia, doenças cardiovasculares, hipertensão arterial e alguns tipos de cânceres, como o de mama, ovário e de endométrico. De acordo com a nutricionista Cristiane Perroni, a localização central de gordura visceral é influenciada por vários fatores como: sexo, genética, idade, sedentarismo, hormônios, tabagismo, ingestão alimentar e de bebida alcoólica.

Circunferência abdominal:

Sexo Risco Alto risco
Mulher 80cm 88 cm
Homem 94cm 102cm

– Os homens tendem a ter maior proporção de gordura abdominal, obesidade andróide. As mulheres tendem a ter maior quantidade de gordura na região glútea, obesidade ginóide. Após a menopausa, elas podem ter a gordura na região abdominal aumentada, elevando o risco de desenvolver doenças cardiovasculares, hipertensão, resistência à insulina e diabetes – explicou.

Mas você sabe quais são os responsáveis por esse acúmulo de gordura na região abdominal? Cristiane Perroni identificou os quatro maiores vilões e explicou por que você deve evitar ou limitar o consumo deles.

Veja a lista elaborada pela profissional:

Bebida alcoólica

Açúcar branco/refinado

Cereais refinados

Gordura trans

Veja as dicas da nutricionista para prevenir e reduzir acúmulo de gordura abdominal:

– Controle o peso

– Pratique exercícios físicos (pelo menos 150 minutos por semana)

– Evite alimentos com alto índice glicêmico

– Tenha um estilo de vida ativo

– Abandone o tabagismo

– Evite ou diminua a ingestão de bebida alcoólica

– Modifique hábitos alimentares, aumentando o consumo de alimentos integrais; ingerindo cinco porções diárias de frutas , verduras e legumes; reduzindo o tamanho das porções; evitando frituras e alimentos cremosos; reduzindo o consumo de açúcares; variando a alimentação e montando pratos coloridos; dividindo o prato em ½ hortaliças A e B (verdura e legumes) + ¼ proteína magra + ¼ cereais ou hortaliça C.

Fonte: G1

Veja Também

Executivos do WhatsApp decidem se vão reduzir o número de encaminhamentos antes do 2º turno

Em reunião a portas fechadas com representantes do Conselho Consultivo sobre Internet e Eleições do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *