Coordenador da pré-campanha de Boulos deixa campanha em São Paulo após esquerdista apoiar Hamas e o terrorismo; ENTENDA

Jean Gorinchteyn, ex-secretário de Saúde de São Paulo, anunciou sua saída da coordenação da área de saúde do programa de governo de Guilherme Boulos (Psol-SP) após o pré-candidato se posicionar a favor da Palestina nos ataques do Hamas contra Israel.

Gorinchteyn, que é judeu, disse que a decisão foi motivada pela “postura pró-Palestina que não menciona ou condena o grupo extremista Hamas pelos atentados terroristas em Israel no último sábado”.

Em seu perfil no Twitter, Boulos afirmou condenar “meias palavras” ataques violentos que mataram civis israelenses e palestinos. Da maneira como escreveu, o deputado parece igualar o ataque do Hamas à reação militar de Israel. Não citou o grupo extremista em sua mensagem.

Eis a íntegra da nota de Jean Gorinchteyn:

Diante da postura pró-Palestina que não menciona ou condena o grupo extremista Hamas pelos atentados terroristas em Israel no último sábado, que vitimaram civis e sequestraram mulheres e crianças de forma bárbara, adotei a decisão oficial de me retirar da coordenação do plano na área de Saúde

Nessa ação, reafirmo meu compromisso como judeu em apoio ao Estado de Israel e em respeito às vítimas e seus familiares. É imperativo condenar e repudiar ataques terroristas contra civis em qualquer lugar do mundo.

Gazeta Brasil

FONTE: terrabrasilnoticias.com

Check Also

Ronnie Lessa já reduziu pena em 200 dias lendo livros

foto: reprodução Ronnie Lessa, ex-policial militar e suspeito do assassinato da vereadora Marielle Franco e …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *