Forbes lança lista com os dez mais ricos do Brasil; Veja

Foto: Reprodução/Reuters/Dado Ruvic.

Nesta terça-feira (2), a Forbes lançou mais uma edição de sua lista tradicional de bilionários globais, que inclui 69 brasileiros com patrimônio superior a US$ 1 bilhão.

Eduardo Saverin, cofundador do Facebook, lidera o ranking dos brasileiros mais ricos com uma fortuna estimada em US$ 28 bilhões.

A lista também destaca Livia Voigt, que, com 19 anos e US$ 1,1 bilhão, é a bilionária mais jovem do Brasil.

Outros indivíduos extremamente ricos no Brasil atuam nas áreas de finanças e alimentos e bebidas, como Vicky Safra e Jorge Paulo Lemann e família.

Veja os mais ricos do Brasil:

  1. Eduardo Saverin — US$ 28 bilhões Eduardo Severin, 42 anos, residente em Cingapura, é cofundador da Meta Platforms, anteriormente conhecida como Facebook, com seu colega de Harvard, Mark Zuckerberg, em 2004. De acordo com a lista da Forbes, ele tem um patrimônio líquido de US$ 28 bilhões, um aumento de mais de 100% em comparação com 2023, quando era de US$ 10,2 bilhões. Globalmente, ele ocupa a 60ª posição no ranking e é o brasileiro mais rico. Em 2016, ele lançou o fundo de risco B Capital, que arrecadou US$ 250 milhões para investir em startups em estágio inicial. No ano passado, o fundo tinha mais de US$ 5,5 bilhões em ativos sob gestão. No entanto, sua principal fonte de renda ainda é sua participação na Meta.
  2. Vicky Safra e família — US$ 20,6 bilhões A fortuna de Vicky Safra e seus quatro filhos, avaliada em US$ 20,6 bilhões, foi herdada de seu falecido marido banqueiro em dezembro de 2020, Joseph Safra. Seu filho mais velho, Jacob Safra, 49 anos, é responsável pelo banco suíço J. Safra Sarasin, pelo Safra National Bank de Nova York e pelo patrimônio imobiliário internacional da família. David Safra, 40, administra o Banco Safra no Brasil e as propriedades imobiliárias brasileiras do Grupo J. Safra. Vicky, que possui cidadania grega e brasileira e reside principalmente na Suíça, ocupa a 94ª posição.
  3. Jorge Paulo Lemann e família — US$ 16,4 bilhões Na 113ª posição da lista global, Jorge Paulo Lemann é acionista controlador da Anheuser-Busch InBev e sócio na Restaurant Brands International, controladora do Burger King e da rede canadense de cafés Tim Hortons. Sua empresa de private equity, a 3G Capital, juntamente com a Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, adquiriu a HJ Heinz & Company. Seu crescimento em comparação com o ano passado foi mais modesto, passando de US$ 15,8 bilhões para US$ 16,4 bilhões atualmente.
  4. Marcel Herrmann Telles e família — US$ 10,9 bilhões Com um patrimônio líquido de US$ 10,9 bilhões, Marcel Herrmann Telles e família ocupam a 195ª posição na lista global. Ele também é cofundador da empresa 3G Capital e acionista da Anheuser-Busch InBev, participação que doou ao seu filho.
  5. Carlos Alberto Sicupira e família — US$ 8,9 bilhões Conhecido como Carlos “Beto” Sicupira, ele possui 3% de participação também na Anheuser-Busch InBev e é sócio de Jorge Paulo Lemann e Marcel Herrmann Telles na Restaurant Brands International. Atualmente, sua fortuna é de US$ 8,9 bilhões e ele ocupa a 278ª posição globalmente.
  6. Fernando Roberto Moreira Salles — US$ 7,6 bilhões Membro de uma das famílias bancárias mais antigas do Brasil, segundo a Forbes, Fernando Roberto Moreira Salles tem uma fortuna de US$ 7,6 bilhões e ocupa a 344ª posição no ranking global de pessoas mais ricas do mundo. Seu pai foi Walther Moreira Salles, fundador do Unibanco, que em 2008 se fundiu com o Itaú, criando o Itaú-Unibanco. Moreira Salles e seus três irmãos também possuem participação na CBMM, maior fornecedora mundial do mineral nióbio.
  7. Pedro Moreira Salles — US$ 7,1 bilhões Pedro Moreira Salles, com patrimônio líquido de US$ 7,1 bilhões e na 385ª posição global dos mais ricos, é irmão de Fernando Roberto Moreira Salles. Ele é copresidente da Cambuhy, empresa de private equity que fundou em 2011 com outros três financiadores.
  8. André Esteves — US$ 6,6 bilhões Antes estagiário e depois CEO do banco de investimentos BTG Pactual, André Esteves figura na 417ª posição global e possui uma fortuna de US$ 6,6 bilhões, o que representa um significativo crescimento dos US$ 4,7 bilhões em 2023. Segundo a Forbes, ele foi acusado de obstrução da justiça no maior escândalo de corrupção do Brasil, a Operação Lava Jato, e ficou preso por quase três semanas em 2015. Em dezembro de 2018, Esteves foi absolvido das acusações de corrupção e retornou ao BTG como um dos sócios controladores.
  9. Alexandre Behring — US$ 6,3 bilhões Alexandre Behring é cofundador e sócio-gerente da 3G Capital e copresidente da Restaurant Brands International. Ele possui a Fundação Behring, com sede no Brasil, a qual se concentra no desenvolvimento e na educação de jovens. Desde 2020 seu nome está presente na lista dos mais ricos da Forbes e atualmente possui US$ 6,3 bilhões de fortuna, na 453ª posição da lista global.
  10. Miguel Krigsner — US$ 5,7 bilhões O empresário brasileiro nascido na Bolívia, Miguel Krigsner, é fundador do Grupo Boticário e possui cerca de 80% do negócio. Hoje ele tem um patrimônio líquido de US$ 5,7 bilhões e está na 522ª posição da lista dos mais ricos no mundo. Krigsner e seu cunhado Grynbaum, o qual possui 20% da empresa, atuam como presidente e vice-presidente, respectivamente, do conselho consultivo do Grupo Boticário.

FONE: terrabrasilnoticias

 

Check Also

Para metade dos brasileiros o Brasil está indo na direção errada; veja números da pesquisa

Uma pesquisa recente realizada pelo instituto Genial/Quaest revelou que metade dos brasileiros acredita que o …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *