Início » Destaque Coluna » Frigorífico tem vazamento de amônia e funcionários são levados a hospital de Pires do Rio

Frigorífico tem vazamento de amônia e funcionários são levados a hospital de Pires do Rio

O frigorífico Friato teve um vazamento de amônia na terça-feira (22) na unidade de Pires do Rio, no sudeste de Goiás. Segundo a empresa, sete funcionários foram levados ao hospital municipal da cidade para atendimento médico e estão bem.

A Enel Goiá informou por meio de nota que houve uma houve uma ocorrência transitória, às 04h07min, que durou um segundo. A distribuidora disse ainda que as interrupções transitórias na rede elétrica podem ocorrer por diversos fatores externos (leia a íntegra ao final).

Após a avaliação, os colaboradores foram classificados como faixa verde (risco mínimo de agravos à saúde) e foram liberados para irem embora. O Corpo de Bombeiros disse que não foi chamado pela empresa.

A companhia, que trabalha com a produção de aves, disse que houve falta de energia no local e as atividades foram retomadas após técnicos em segurança confirmarem que o vazamento foi controlado.

Segundo a nota enviada pelo frigorífico, logo após o vazamento de amônia, técnicos em segurança evacuaram todos os colaboradores da empresa para uma área externa até o problema ser resolvido.

Nota da Enel Goiás

A Enel Distribuição Goiás informa que, no caso da empresa em questão, houve uma ocorrência transitória às 04h07min do dia 22, com duração de 01 segundo. A Enel reitera que as interrupções transitórias na rede elétrica podem ocorrer por diversos fatores externos e que, por esse motivo, as empresas que operam com atividades que oferecem qualquer tipo de risco devem possuir sistemas de proteção adequados em operação que sejam capazes de absorver o impacto desses eventos externos, bem como garantir a segurança de operação de suas plantas.

Fonte:G1

Veja Também

Após morte de Ronaldo Caiado Filho, Goiás decreta luto oficial de três dias e fecha agenda do governador

O governador Ronaldo Caiado (UB) decretou luto oficial no estado por três dias pela morte …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.