Funcionários da Pepsi são detidos na Venezuela após suspensão de produção

Diversos funcionários da Pepsi-Cola Venezuela foram detidos de forma “arbitrária” após a suspensão das operações em uma fábrica por falta de matérias-primas, de acordo com a empresa de alimentos Empresas Polar, que detém a operação local da Pepsi.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, tem acusado rotineiramente a Polar, maior produtora de alimentos e bebidas do país, de diminuir a produção ou armazenar os bens para estimular a escassez de produtos no país. A Polar nega as acusações.

Em sua página do Twitter, a empresa afirmou que os inspetores do Ministério do Trabalho prenderam os funcionários e ordenaram a reativação da fábrica na cidade de Caucagua, no Estado central de Miranda.

“Nós denunciamos a detenção dos trabalhadores da fábrica da Pepsi-Cola Vzla Caucagua”, disse a empresa por meio de sua conta no Twitter, prometendo entrar com um pedido de defesa legal para seus funcionários. “No caso da fábrica de Caucagua, não temos matérias-primas suficientes.”

A empresa disse que as linhas de produção foram interrompidas devido a atrasos no sistema de controle da moeda do país, que inviabilizaram a importação das matérias-primas necessárias, mas não deu mais detalhes.

Fonte: Veja

Check Also

Saiba em qual situação você fica isento de pagar Imposto de Renda em venda de imóvel

Muitos indivíduos não estão cientes de que, ao vender um bem ou direito, podem estar …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *