Início » Destaque Coluna » Grávida que teve rosto desfigurado pelo ex é achada morta 48h depois

Grávida que teve rosto desfigurado pelo ex é achada morta 48h depois

Uma mulher grávida, de 34 anos, que teve o rosto desfigurado após ser espancada pelo ex- marido, de 47, foi encontrada morta em uma área de mata, na cidade de Ilha Comprida, no litoral de São Paulo. A informação foi confirmada pela Polícia Civil ao G1 na manhã desta quarta-feira (24). A polícia ainda não sabe as circunstâncias que levaram a morte da vítima.

Vanessa Cosme de Jesus Pioker havia sido agredida dois dias antes de seu corpo ter sido encontrado. Na ocasião, além da vítima, a vizinha, de 57 anos, que tentou salvá-la ao escutar os gritos de socorro, foi espancada a pauladas pelo homem. Ambas ficaram gravemente feridas, conforme informou a polícia.

Suspeito manteve vítima presa na cabeça dela e a espancou, segundo a PM — Foto: Polícia Militar

Suspeito manteve vítima presa na cabeça dela e a espancou, segundo a PM — Foto: Polícia Militar

O homem foi preso logo após a chegada das autoridades, que conseguiram detê-lo e resgataram Vanessa, que ficou encarcerada com o suspeito por cerca de três horas. O suspeito permanece preso, segundo a polícia. Após o resgate, ela havia sido levada para atendimento no Pronto Socorro da cidade devido aos ferimentos.

No entanto, após 48 horas, a polícia foi informada sobre o encontro do corpo dela em uma área de mata na Avenida Elias Gregov, bairro Balneário Xandu. Conforme informou a Polícia Militar, o funcionário de uma companhia de fornecimento de energia da cidade trabalhava no local e encontrou o cadáver.

Ele acionou uma equipe da PM, que constatou o encontro do corpo de uma mulher. Foi requisitado perícia para o local e o caso foi registrado como morte suspeita na Delegacia Sede de Ilha Comprida, até então, sem a identidade da vítima. Após o registro, a jovem foi identificada como Vanessa Cosme de Jesus Souza Pioker. A Polícia Civil segue investigando para descobrir a causa da morte. Até o momento ninguém foi preso.

Relembre o caso

As agressões ocorreram na noite de sexta-feira (19), quando Vanessa ficou encarcerada com o ex-marido por cerca de 3 horas. De acordo com a Polícia Militar, a vizinha tentou socorrê-la e tirá-la dos braços dele, mas foi agredida com um pedaço de madeira pelo rapaz. Ao ser ferida, ela caiu ao chão e gritou por ajuda, momento em que outros moradores do bairro a encontraram e acionaram a polícia.

Vizinha teve corte profundo em cabeço após tentar salvar mulher e ser também ser agredida com pedaço de madeira — Foto: Polícia Militar

Vizinha teve corte profundo em cabeço após tentar salvar mulher e ser também ser agredida com pedaço de madeira — Foto: Polícia Militar

Quando a equipe da PM chegou ao local, na Rua Rui Barbosa, bairro Boqueirão Norte, localizou a vizinha, que mostrou a residência do autor e informou que ele havia levado a ex-mulher para sua casa. Os policias bateram no imóvel até que ele apareceu no quintal, afirmando que a ex-esposa não estava lá. Desconfiados, os policiais entraram na residência e a encontraram caída entre madeira e cobertas, que o autor utilizou para tentar escondê-la das autoridades policiais.

O encontro foi possível após os PMs escutarem o pedido de socorro de uma mulher. O homem tentou fugir e atacou pedras nos policiais, mas foi detido. Ainda conforme a PM, a mulher estava muito ferida e com o rosto desfigurado. Tanto a vizinha, quanto Vanessa, foram encaminhadas para atendimento no Pronto Socorro da cidade. O caso foi encaminhado para Delegacia de Polícia de Ilha Comprida, onde foi registrado como sequestro e cárcere privado, tentativa de homicídio e lesão corporal.

Veja Também

Nuvem de gafanhotos: Argentina diz que controle químico foi satisfatório

Segundo relatório divulgado pelo Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Alimentar da Argentina (Senasa), a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *