Início » Destaque Coluna » Guardas atiram para conter suspeito de atacar paciente com pedaço de concreto em posto de saúde de Goiânia

Guardas atiram para conter suspeito de atacar paciente com pedaço de concreto em posto de saúde de Goiânia

Um jovem de 21 anos foi agredido com um pedaço de concreto enquanto esperava por atendimento médico no Centro Integrado de Atenção Médico Sanitária (Ciams) do Novo Horizonte, em Goiânia. Guardas atiraram em homem de 27 anos suspeito de dar o golpe. Uma gravação que circula pelas redes sociais mostra parte da confusão (assista acima).

O jovem que foi ferido com o pedaço de concreto foi levado ao Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). Segundo a unidade de saúde, na manhã desta quarta-feira (22) ele está internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sedado e intubado, em estado grave.

Ainda de acordo com o Hugo, o paciente “passou por tomografias computadorizadas de crânio, tórax e foi submetido a uma cirurgia na cabeça”.

O suspeito de ser o autor da agressão é um homem de 27 anos que teve um suto psicótico, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS). A pasta revelou ainda que esse rapaz foi levado para o Pronto Socorro Vassily Chuc, após ser atendido no Ciams.

A Guarda Civil Metropolitana (GCM) informou, em nota enviada à TV Anhanguera, que o rapaz, “depois de receber atendimento médico, o autor foi conduzido à Central de Flagrantes e ficou à disposição do poder judiciário pelos crimes de tentativa de homicídio e desobediência”.

CONFUSÃO

A confusão aconteceu ao final da tarde de segunda-feira (20). Ainda de acordo com a GCM, o suspeito estava exigindo atendimento prioritário e atirou um pedaço de concreto na cabeça do jovem de 21 anos.

O vídeo mostra um rapaz com um ferimento na cabeça e sangrando do lado de fora da unidade de saúde enquanto guardas civis metropolitanos tentam conter o homem que seria o outro da agressão.

Também na gravação é possível ver que os GCMs apontam armas e dão ordens ao rapaz para que ele se renda, mas eles acabam tendo que persegui-lo e atiram contra ele para detê-lo. Enquanto isso, uma mulher desesperada, que parece ser irmã do homem, pede para que não o matem.

Segundo a Polícia Civil, ficou registrado que um tiro atingiu o rapaz de raspão em uma das pernas e que, quando finalmente foi detido e algemado, ele foi atendido no próprio Ciams para tratar o ferimento e liberado em seguida.

Fonte:G1

Veja Também

Prefeitura abre cadastro para castração gratuita de cães e gatos, em Jataí

Em Jataí, donos de cães e gatos agora podem solicitar a castração gratuita dos seus …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *