Impeachment é esperança para destravar fluxo de capitais

A conclusão do impeachment, que entra nesta semana em sua reta final, pode destravar o fluxo de capitais para o Brasil, que continua negativo apesar de o realliderar a alta este ano entre as moedas emergentes.

Essa é a expectativa de analistas de mercado, que não descartam o câmbiobuscar R$ 3,00 ou menos no cenário mais otimista.

Por ora, a queda do dólar, de quase 20% desde janeiro, se explica mais pelas expectativas positivas do que por uma melhora efetiva de fundamentos.

“O real vem se apreciando mais do que outras moedas. É curioso que isso esteja ocorrendo sem fluxo”, diz Luis Afonso Fernandes Lima, economista da Mapfre Investimentos que também preside a Sobeet, Sociedade Brasileira de Estudos de Empresas Transnacionais e da Globalização Econômica.

“Diante do fluxo previsto para setembro e outubro, há potencial de apreciação do real no curto prazo.” O dólar pode ir a R$ 3,00 ou abaixo no curto prazo, diz Lima.

“No médio prazo, não faz sentido, pois pode afetar o balanço de pagamentos. O país precisa de um câmbio que favoreça as exportações”.

Para o economista, enquanto as intervenções do BC no câmbio devem mirar a volatilidade, e não o preço do dólar, a aprovação das reformas e a normalização dos juros americanos podem fazer a diferença para o mercado.

Apesar de a maioria dos analistas considerar remotas as chances de Dilma sobreviver à votação do impeachment, só após o afastamento definitivo o governo Temer terá força para avançar nas reformas fiscais, fundamentais para consolidar o otimismo dos investidores.

A queda do dólar vista até agora, assim, seria resultado de apostas de que estas reformas passarão, mas o grosso dos investimentos só viria para o país quando esse otimismo começar a se concretizar.

Logo após o impeachment, no curtíssimo prazo, devemos ver um aumento do fluxo de investimentos para o Brasil, diz Rogerio Storelli, gestor da GGR Investimentos. Depois, começa a articulação das votações de medidas fiscais, e o clima vai depender do andamento das reformas.

A alta liquidez no mercado externo, com juros negativos em países desenvolvidos, ajuda a embalar as apostas numa retomada do fluxo e na queda do dólar após o impeachment.

No entanto, essa janela dos juros externos baixos vai depender de como o Federal Reserve vai retomar a alta dos juros, o que se espera para o final do ano.

A princípio, o mais provável é uma alta discreta do juro americano, que pode não reverter o fortalecimento do real, diz Olavo Souza, operador da Mirae Asset Wealth Management no Brasil.

O fortalecimento do real reflete a expectativa do mercado de que o governo Temer vá se consolidar, aliada a um cenário de juros baixos no exterior, diz Alfredo Barbutti, economista da BGC Liquidez.

“Os bancos estão tomando dinheiro lá fora muito barato. As pessoas no mercado consideram que o dólar poderá cair abaixo de R$ 3,00 e o BC vai ter de elevar a oferta de swaps reversos”.

Com a queda do dólar, o BC deve continuar atuando no mercado com leilões de swaps até zerar o estoque deste instrumento, diz Lima, da Mapfre.

Mantido o ritmo atual dos leilões de 10.000 contratos, reduzido na semana em relação ao volume anterior de 15.000, o estoque atual de swaps com o BC, hoje em US$ 43,6 bilhões, deve terminar até o final do ano.

Embora o impeachment seja visto como divisor de águas, as eleições municipais de outubro também podem ajudar a adiar o início de reformas como a da Previdência, um tema politicamente sensível.

Nathan Blanche, sócio-diretor da Tendências Consultoria, adverte que, ao mesmo tempo em que o ajuste fiscal pós-impeachment poderia dar sustentação ao real, se o investidor sentir que as reformas não vão sair a pressão de alta do dólar voltará com força.

“A apreciação do real este ano foi baseada em expectativas. Se não houver ajuste fiscal, o dólar volta rapidamente para R$ 4,00”.

Fonte: Exame

Check Also

Saiba em qual situação você fica isento de pagar Imposto de Renda em venda de imóvel

Muitos indivíduos não estão cientes de que, ao vender um bem ou direito, podem estar …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *