Início » Destaque Coluna » Incêndio atinge reserva do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás

Incêndio atinge reserva do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás

Incêndio que atinge parte da vegetação na Chapada dos Veadeiros chegou ao Parque Nacional da região. Segundo o coordenador de prevenção e combate a incêndios do Instituto Chico Mendes de Preservação da Biodiversidade (ICMBio), João Morita, apesar de ter avançado, o fogo está bem distante da área de visitação.

“A área de visitação é bem restrita e fica no sul do parque. O foco de incêndio na Ponte de Pedra está a 40 km de distância dessa área. Já o foco que veio da Fazenda Cascata está a 60 km, então dificilmente chega lá”, explicou.

A assessoria do ICMBio informou que, por causa da distância entre os focos de incêndio e o local de visitação, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros segue aberto nesta terça-feira (21).

Segundo o coordenador de prevenção e combate a incêndios do ICMBio, o fogo chegou à reserva na noite de segunda-feira (20) e por dois pontos diferentes.

“Um deles chegou pela Ponte de Pedra e subiu o morro. Como é uma região de muitas pedras, ele caminha mais lentamente. Esse [foco de incêndio] que chegou pela Fazenda Cascata caminha mais rápido, porque pega uma região que tem mais capim”, detalhou.

Por causa da diferença nos focos, João disse que os esforços estão mais concentrados no segundo foco, mas que ambos estão sendo combatidos.

REFORÇO

Segundo o ICMBio, há mais 50 brigadistas do Instituto a caminho da Chapada dos Veadeiros para ajudar no combate ao incêndio. Os reforços vêm do Rio de Janeiro e de Rondônia.

O incêndio começou no último dia 12 de setembro e está sendo combatido há nove dias. Segundo a estimativa mais recente do Corpo de Bombeiros, divulgada no domingo (19), foram queimados 18 mil hectares de vegetação.

INVESTIGAÇÃO

Capitão da corporação, Luiz Antônio Dias Araújo disse que acredita que o fogo é resultado de uma ação criminosa na região e que deve ser investigada pela Polícia Civil.

“Há ação de incendiários aqui na região. Hoje a gente tem essa convicção de que há alguém colocando fogo de forma criminosa às margens das rodovias”, disse.

Na área que está queimando, um fazendeiro já relatou prejuízo de R$ 1,5 milhão por não conseguir controlar as chamas que chegaram à sua lavoura de milho.

“Um prejuízo imenso, foi tudo para o chão. Foi uma perda de 12 mil sacas de milho”, relatou o produtor rural Cleoni Gomes.

Fonte:G1

Veja Também

Prefeitura abre cadastro para castração gratuita de cães e gatos, em Jataí

Em Jataí, donos de cães e gatos agora podem solicitar a castração gratuita dos seus …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *