Jataí está entre os 100 municípios mais ricos em agronegócio do Brasil

Pesquisa realizada pelo IBGE considerou variáveis como área colhida, produção, valor da produção das lavouras e rendimento; Jataí ocupa 8º lugar no ranking.

O Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) identificou os 100 municípios mais ricos do Brasil no agronegócio – e Jataí está entre eles, ocupando o 8º lugar no ranking nacional. A análise foi feita a partir da pesquisa anual da Produção Agrícola Municipal do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (PAM/IBGE). A pesquisa englobou os dados da produção agrícola municipal, referentes a 2022, levando em conta variáveis como área colhida, produção, valor da produção das lavouras e rendimento, em 5.563 municípios.

Jataí conta com R$ 6.297.215 de produção, o equivalente a 0,76% da produção nacional. De acordo com o coordenador dos cursos de Ciências Agrárias da Faculdade Una, Vinícius Almeida de Oliveira, o sucesso do município está vinculado a uma série de fatores, como a localização da cidade. “Jataí se encontra em uma posição estratégica, nas proximidades de centros urbanos, o que simplifica tanto a obtenção de insumos quanto a distribuição da produção. Além disso, a região conta com diversos centros educacionais, incluindo a Faculdade Una, proporcionando facilidades para o acesso a novas tecnologias e uma mão de obra qualificada”, explica.

Oliveira elencou outros fatores de destaque que se aplicam a todo o estado de Goiás. “Nós temos um clima extremamente favorável, temos solos que são completamente aptos para trabalhar todos os tipos de culturas, sem contar na posição geográfica e logística de Goiás para distribuir essa produção por todo o Brasil. E, associado a isso, temos cada vez mais a adoção de novas tecnologias relacionadas ao agro, como a utilização de bioinsumos e a aplicação de aminoácidos, que vêm contribuindo para que o estado de Goiás se fortaleça como grande potência relacionada ao agronegócio”, esclarece.

No topo da lista dos 100 municípios mais ricos, encontram-se Sorriso, Campo Novo do Parecis e Sapezal, todos em Mato Grosso, com participação expressiva na produção brasileira de algodão, milho e soja. Goiás tem 14 cidades no ranking, sendo elas, por ordem de classificação: Rio Verde (4º), Jataí (8º), Cristalina (11º), Mineiros (36º), Montividiu (39º), Paraúna (51º), Chapadão do Céu (52º), Santa Helena de Goiás (73º), Catalão (81º), Goiatuba (83º), Silvânia (90º), Bom Jesus de Goiás (91º), Acreúna (98º) e Quirinópolis (100º). A maior parte das cidades ranqueadas no Estado integram a mesorregião do Sul Goiano.

Sobre a Una
Com mais de 60 anos de tradição em ensino superior, o Centro Universitário Una, que integra o Ecossistema Ânima – maior e mais inovador ecossistema de qualidade de ensino do Brasil, oferece mais de 130 opções de cursos de graduação. Foi destaque na edição 2022 do Guia da Faculdade, iniciativa da Quero Educação com o jornal ‘O Estado de São Paulo’, com diversos cursos estrelados em 4 e 5 estrelas. A instituição preza pela qualidade acadêmica e oferece projetos de extensão universitária que reforçam seus pilares de inclusão, acessibilidade e empregabilidade, além de infraestrutura e laboratórios de ponta, corpo docente altamente qualificado e projeto acadêmico diferenciado com uso de metodologias ativas de ensino. A Una também contribui para democratização do Ensino Superior ao disponibilizar uma oferta de cursos digitais com diversos polos de educação.

Informações para a imprensa: Beatriz Ortiz | Rede Comunicação | E-mail: [email protected] | WhatsApp: (31) 9 7174-5866

Check Also

URGENTE: em pesquisa AtlasIntel, Pablo Marçal já ultrapassa Tabata e aparece em terceiro colado em Nunes; veja números

Guilherme Boulos, deputado federal e pré-candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PSOL, lidera as …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *