Últimas Notícias
Início » Destaque Coluna » Motorista de aplicativo que estava desaparecido é encontrado morto na BR-116 em Itaitinga

Motorista de aplicativo que estava desaparecido é encontrado morto na BR-116 em Itaitinga

O motorista de aplicativo Alexandre Fernandes, desaparecido desde a última segunda-feira (10), foi encontrado morto na noite desta quarta-feira (12), no KM 30 da BR-116, entre Itaitinga e Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza. O cunhado de Fernandes esteve no local do achado para o reconhecimento do corpo.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, Alexandre foi encontrado por uma senhora em um matagal, às margens da BR-116. Logo em seguida ela acionou a polícia. A vítima estava com as mãos amarradas. O Corpo de Bombeiros foi chamado para auxiliar na remoção do corpo.

A esposa, Bianca Fonseca, confirmou a informação por meio do Instagram. “Gente, o corpo do Alexandre foi encontrado e infelizmente ele não tá vivo. E por favor, não me liguem, a gente tá tentando resolver de trazer os pais do Paraná ou levar para lá”, contou. Alexandre é natural do estado do Sul do Brasil.

O último contato de Alexandre com a esposa foi por volta das 18h30 de segunda-feira (10). Como costumava fazer, ele avisou a Bianca onde estava e disse que voltaria para casa em vinte minutos, o que não aconteceu.

Ao perceber que o motorista não chegava, a esposa passou a rastrear o veículo em que ele trabalha e se surpreendeu com o ponto indicado no GPS. “Abri o rastreador do carro e o equipamento mostrou que a localização dele estava dando em uma estrada na BR (116), em Itaitinga, bem longe de onde a gente mora. Ao ver que o veículo parou, pedi ao meu irmão para ir até o local, mas nada foi encontrado lá”, disse.

Bianca percebeu, então, que o GPS informava que Alexandre estava em um trecho da BR-116, logo depois de Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), a quilômetros de distância do bairro onde seria o destino da última corrida dele. Ela acredita que, nesse momento, o marido já estava nas mãos de criminosos.

“Achei que ele tivesse pego outra corrida, porque esses trajetos longos são bons para ele. Percebi, pelo rastreador, que ele estava próximo ao Bairro José Walter, porém fez um retorno e parou na Rodovia Quarto Anel Viário, onde permaneceu”, conta Bianca.

Ao notar que o carro do marido estava parado há dez minutos, Bianca telefonou para o seu irmão. Após algum tempo, ela informou que o rastreador sinalizou estar sem energia, na Rodovia Quarto Anel Viário. Ela acredita que, nesse momento, os criminosos tenham desativado o equipamento. Logo após, a Polícia foi acionada.

Após realizarem buscas com o irmão de Bianca ainda naquela noite, a mulher disse que a Polícia não encontrou o carro nem Alexandre. Já pela manhã de terça-feira (11), uma equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi à região, e realizou buscas ao redor de um galpão localizado próximo ao local onde o motorista desapareceu.

DM

Veja Também

COTAÇÕES

*SINDICATO RURAL DE JATAÍ* Cotações do agronegócio – 22/09/2020 *SOJA* R$: (Para descontar funrural) – …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *