“Não sabia se chorava, se ia pra frente, se corria”, diz Wendell Lira

Em entrevista à Fifa TV, o atacante Wendell Lira falou sobre a reação ao ouvir seu nome como vencedor do Prêmio Puskas, dado ao autor do gol mais bonito da temporada, e relembrou que poucos torcedores assistiram à obra-prima dele no Estádio Serra Dourada no dia 11 de março de 2015, em Goiânia. só que ele tropeçou no número – disse que foram 297 e eram 389 pagantes.

Como poucos conheciam a história de Wendell, ele contou como marcou o gol e por qual clube. “Eu estava jogadno no Goianésia, uma cidade bem pequenininha no Estado de Goiás, Campeonato Goiano. Naquela noite, tinha 297 pessoas no estádio. De repente faz um gol daquele e é indicado ao Prêmio Puskas. Minha vida virou de cabeça pra baixo, foi correria, tudo mudou. Tenho que agradecer a todos que votaram e fizeram parte deste prêmio.”

Sobre a experiência vivida na noite de gala da Fifa, o jogador afirmou que “a cada momento que passa é uma realização, são sonhos sendo realizados”. “Nunca pensei na minha vida passar por isso. E de repente você está entre estrelas mundiais, concorrendo com o Messi ,e você faturar um prêmio como esse… Vai ficar pro resto da minha vida marcado”, relatou o atacante de 27 anos.

Ele relembrou que, no dia 11 de março, ao marcar o gol premiado, “não tinha nenhuma pretensão” de que o tento o levasse tão longe. “Achei um gol muito bonito sim, mas era apenas mais um gol.” Não era, Wendell. Meses depois, a prova disso veio.

Fonte: O Popular

Check Also

Ronnie Lessa já reduziu pena em 200 dias lendo livros

foto: reprodução Ronnie Lessa, ex-policial militar e suspeito do assassinato da vereadora Marielle Franco e …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *