O Dia das Crianças e seus efeitos na economia e sociedade

O Dia das Crianças em 12 de outubro é uma das principais datas para o comércio brasileiro. Familiares compram presentes para os seus pequenos, sobretudo na semana que antecede a data, movimentando a economia. Muitos gastam seu capital ou parte dele em compras por impulso.

Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com a Offerwise, em todas as capitais, aponta um crescimento nos gastos com compras para a data. De acordo com o levantamento, 73% dos consumidores pretendem comprar algum presente para o Dia das Crianças. Com isso, a comemoração deve movimentar 18,8 bilhões de reais no comércio, uma movimentação maior do que a de 2022, de 13,7 bilhões de reais.

Após a pandemia, muitos comerciantes vêm tentando se restabelecer financeiramente por meio de suas vendas e as datas comemorativas são uma grande oportunidade para alavancar os negócios.

Para esclarecer os principais efeitos na economia e sociedade, sem deixar de dar atenção à data festiva, os especialistas da ESPM estão disponíveis para comentar os diversos temas. Se houver interesse, contate-nos pelo [email protected].

 

Economia

Os impactos na economia com o Dia das Crianças

Especialista: Cristina Helena de Mello é professor de Economia

 

Dicas de como economizar e comprar sem preocupação

Especialista: Paula Sauer é professor de Economia Comportamental e Criativa

 

Educação financeira nas compras em datas comemorativas

Especialista:  Fábio Pesavento é professor de Economia e Conjuntura Econômica

 

Como analisar os prós e contras nas compras parceladas e com juros

Especialista:  Patrícia Andrade é professora de Economia

 

Compras Online

Como evitar golpes na compra online

Especialistas: Carlos Rafael é professor de Segurança Digital

Osmany Arruda é professor Cyber Security e

Perícia Forense Computacional

 

Direito digital

O que fazer quando cair num golpe digital

Especialistas: Marcelo Crespo é professor de Direito Digital e Direito Penal

Bruno Bioni é professor de Direito Civil e Proteção de Dados

 

Comportamento 

O impacto da pós-pandemia na vida das pessoas e suas relações de consumo

Especialistas: Pedro de Santi é professor de Comportamento do Consumidor e

Psicólogo

Karine Karam é professora de Comportamento do Consumidor e

Antropologia do Consumo

 

Comportamento e a euforia do consumo

Especialistas: Pedro de Santi é professor de Comportamento do Consumidor e

Psicólogo

 

Como não comprar por impulso

Especialistas: Pedro de Santi é professor de Comportamento do Consumidor e

Psicólogo

Paula Sauer é professor de Economia Comportamental e Criativa

 

Como negar um brinquedo sem magoar a criança

Especialistas: Pedro de Santi é professor de Comportamento do Consumidor e

Psicólogo

 

Varejo

Como se destacar e atrair mais clientes para o seu negócio

Especialistas:  Evandro Lopes é professor de Comportamento do Consumidor e

Varejo

Isabella Vasconcellos é professora de Comportamento do          Consumidor Business Administration

 

Tendências e o comportamento do mercado no mercado de brinquedos

Especialistas: Dino Gueno é professor de comportamento do consumidor e gestão empresarial e marketing

 

Campanhas e exposição de produtos no ponto de venda

Especialista:   Ricardo Pastore é professor e coordenador

 

Marketing

Estratégias de comunicação para ampliar as vendas

Especialista: Maurício Felício é professor de Comunicação e Publicidade

 

A força das marcas no Dia das Crianças

Especialista: Marcos Bedendo é professor de Branding

 

Como investir em publicidade no meio digital

Especialista: Diego Oliveira é professor de Marketing, Mídias e Inovação

 

De que forma as empresas se beneficiam dos gatilhos mentais na hora da compra

Especialista: Diego Oliveira é professor de Marketing, Mídias e Inovação

 

Check Also

Veja os erros da gestão do Governo Lula que agravaram epidemia de dengue

Fotos: Julia Prado/MS A epidemia de dengue no Brasil em 2024 é uma preocupação significativa, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *