ONU cobra descriminalização do aborto no Brasil

O Governo Lula foi cobrado nesta sexta-feira (29) a explicar o que pretende fazer para seguir as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para que descriminalize o aborto no Brasil. A informação é do site UOL.

O questionamento ocorreu durante a sabatina que o Brasil enfrenta no Comitê de Direitos Econômicos e Sociais da ONU, em Genebra.

De acordo com uma das integrantes do Comitê da ONU, Julieta Rossi, a OMS fez a sugestão em 2022, como forma de “garantir a proteção à saúde de milhões de mulheres pelo mundo”.

No ano passado, como parte da preparação da sabatina, o órgão da ONU faz a mesma pergunta num documento enviado para o Governo Bolsonaro.

O texto pedia que o governo:

-Informasse o comitê da ONU sobre o progresso feito para liberalizar a lei restritiva do aborto do “Estado Parte”, que atualmente criminaliza as mulheres que se submetem a abortos.

-Descreva os obstáculos para a obtenção do acesso universal à assistência à saúde sexual e reprodutiva e à assistência à saúde materna de qualidade no “Estado Parte”.

Em resposta à ONU, o Governo Lula afirmou que o STF pautou essa questão e afirmou que a ministra Rosa Weber votou a favor da descriminalização do aborto nas primeiras 12 semanas de gravidez.
O Governo Lula ainda informou para a ONU que o novo presidente do STF, Luís Roberto Barroso, indicou que o tema continuará na agenda.
Fonte: Gazeta Brasil

Check Also

Saiba em qual situação você fica isento de pagar Imposto de Renda em venda de imóvel

Muitos indivíduos não estão cientes de que, ao vender um bem ou direito, podem estar …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *