Oposição promete atuar para barrar eventual indicação de Dino ao STF

A possível indicação do ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, para o Supremo Tribunal Federal (STF) já repercute no Congresso. A expectativa é que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) faça o anúncio nesta segunda-feira (27), antes de embarcar para a Arábia Saudita.

Caso a indicação se confirme, o líder do PL no Senado, Carlos Portinho (PL-RJ), promete atuar contra Dino desde a sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), primeiro passo antes de seguir para o plenário do Senado.

“Sua indicação é estritamente política. E neste caso a Constituição não autoriza. Nem notável politico é”, escreveu o senador em postagem no X (antigo Twitter).

A atuação de Dino à frente da Justiça é criticada por deputados e senadores. Desde o início da gestão, o ministro foi convocado diversas vezes para falar sobre sua atuação na pasta.

Em algumas situações o ministro chegou a travar discussões com parlamentares. Em abril deste ano, Flávio Dino deixou a Comissão de Segurança Pública da Câmara após confusão entre os deputados.

Integrantes do Novo, outro partido de oposição ao governo, também classificam como “péssima” a possível indicação.

“A indicação do Dino para o STF por Lula é uma afronta sem precedentes para a sociedade brasileira. O Congresso Nacional está sendo vilipendiado dia após dia pelo ministro da Justiça que, além de não comparecer a muitas sessões no Congresso, especialmente na Comissão de Segurança Pública da Câmara, ele sabotou, de todas as formas, a CPMI dos atos do dia 8 de janeiro”, afirmou o senador Eduardo Girão (Novo-CE).

À CNN, parlamentares da base aliada disseram que só vão se manifestar após a decisão do presidente Lula ser confirmada.

fonte: CNN

Check Also

Saiba quem é o pastor que fazia ‘unção’ de órgãos genitais e tinha relações com fiéis

Preso preventivamente, o pastor Sinval Ferreira (foto em destaque), 41 anos, é o religioso alvo da …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *