Início » Destaque Coluna » Pai doa órgãos de estudante que morreu após ser arremessado de caminhonete que capotou durante racha: ‘Quem sabe salvar um filho’

Pai doa órgãos de estudante que morreu após ser arremessado de caminhonete que capotou durante racha: ‘Quem sabe salvar um filho’

O gerente administrativo Cleuber Rodrigues de Lima, pai de Wictor Fonseca Rodrigues, de 20 anos, decidiu doar os órgãos do filho, que teve morte cerebral após ser arremessado de caminhonete que capotou durante racha em Goiânia. O jovem ficou internado por três dias no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo).

“Todo mundo falava que o meu filho era uma pessoa solidária, uma pessoa humilde, ajudava as pessoas sem ver quem. Eu senti o coração bem tranquilo que eu poderia agora ajudar um pai e uma mãe com o coração apertado. Eu resolvi doar os órgãos do meu filho para, quem sabe, salvar o filho de um pai e de uma mãe aí”, desabafou Cleuber.

Wictor teve a morte cerebral confirmada na última terça-feira (10) e, de acordo com o Hugo, foram captados rins, fígado e córneas. A unidade informou que cinco pessoas de Goiás receberam os órgãos. Ele estava na caminhonete que participou de um racha na Avenida T-9 com uma BMW e capotou. No mesmo veículo estava a adolescente Marcella Sônia do Amaral, de 15 anos, que morreu no local.

Os motoristas da caminhonete e da BMW faltaram um depoimento à Polícia Civil que estava marcado para a terça-feira. Os advogados que os representam alegaram que eles estavam abalados com a morte de Wictor.

Emocionado, Cleuber falou que não tem raiva de ninguém e que que tudo que tem que ser feito, será feito. O gerente administrativo acredita que os pais dos dois motoristas também estão aflitos e, no momento, só pensa em Wictor.

“Eu estou focado no meu filho, eu não fiz denúncia, não fiz nada. Isso pra mim não faz diferença, porque eu não tenho o meu filho agora comigo. Ele não vai voltar para casa comigo, ele não vai estar no quarto dele, ele não vai estar comigo durante a semana, então para mim isso não tem diferença nenhuma”, lamentou Cleuber.

Acidente

A Polícia Civil apurou que havia um total de sete pessoas nos dois carros – sendo seis na caminhonete e um na BMW – e todos estavam saindo de uma boate quando decidiram disputar um racha. Câmeras de monitoramento mostraram como tudo aconteceu.

Além de Wictor, outra passageira foi internada no Hugo. O hospital informou que a paciente está com estado geral estável, “na enfermaria, consciente, orientada e em respiração espontânea”.

Uma terceira passageira foi internada no Hospital de Urgências Governador Otávio Lages de Siqueira (Hugol) logo após o acidente, mas liberada no mesmo dia. Segundo as investigações, havia uma quarta pessoa, mas não há informações se ela foi internada em alguma unidade de saúde.

A quinta passageira do veículo era Marcella, que morreu no local.

Também de acordo com a Polícia Civil, Eduardo Henrique de Souza Resende estava dirigindo a caminhonete e Arthur Yuri, que não tem carteira de habilitação era o motorista da BMW.

Investigações

Segundo a Polícia Civil, o grupo estava em uma boate, onde passou a noite bebendo. Durante o acidente, a adolescente Marcella Sonia Gomes do Amaral foi arremessada para fora do carro e morreu no local. O corpo parou a cerca de 20 metros da caminhonete onde ela estava.

g1 não conseguiu contato com a boate para saber como a adolescente entrou no local e se ela também estava bebendo com o grupo.

Segundo informações da polícia, o motorista da caminhonete chegou a ser levado para um hospital, mas fugiu do local antes de ser totalmente avaliado pela equipe médica.

As investigações também apontaram que a pessoa que dirigia a BMW parou após o acidente para ver como estavam os amigos, mas também fugiu em seguida.

Fonte:G1

Veja Também

Foragido condenado por mais de 100 estupros é preso após fuga de presídio

A Polícia Penal recapturou Wanderson Alves Carvalho, condenado por mais de 100 estupros em Goiás. …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.