Início » Destaque Coluna » Papa Francisco envia condolências a Bolsonaro pela morte da mãe

Papa Francisco envia condolências a Bolsonaro pela morte da mãe

Papa Francisco enviou uma mensagem ao presidente Jair Bolsonaro (PL) para prestar condolências pela morte da mãe do chefe do Executivo brasileiro, dona Olinda Bonturi Bolsonaro. A matriarca da família faleceu no último dia 21, no interior de São Paulo, aos 94 anos de idade.

Leia a íntegra da mensagem enviada a Bolsonaro pelo pontífice:

“Excelentíssimo senhor Jair Bolsonaro, presidente da República Federativa do Brasil, com pesar acabo de receber a notícia da morte de sua venerada mãe, que deixou um belo testemunho cristão tanto no desempenho da sua missão familiar como na solícita colaboração prestada prestada à vida eclesial.

Apresento à Vossa Excelência e inteira família enlutada minhas sentidas condolências invocando sobre todos o conforto do Altíssimo enquanto imploro a Cristo redentor para alma da sua serva Olinda a paz e felicidade prometidas aos seus fiéis discípulos”.

A mensagem foi lida nesta quinta-feira (27/1) pelo Monsenhor Joseph Antony, representante do núncio apostólico, durante a missa de sétimo dia celebrada na Catedral Militar Rainha da Paz, em Brasília (DF). A missa foi conduzida pelo arcebispo militar do Brasil, dom Fernando Guimarães.

Além da primeira-dama Michelle Bolsonaro e do filho Carlos Bolsonaro, três ministros generais estavam presentes: Walter Braga Netto (Defesa), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria-Geral) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional). Também compareceram à cerimônia religiosa Fábio Faria (Comunicações), Ciro Nogueira (Casa Civil), Paulo Guedes (Economia) e Flávia Arruda (Secretaria de Governo).

Bolsonaro sentou na primeira fileira, ao lado da primeira-dama e do ministro Augusto Heleno. Carlos Bolsonaro, único dos cinco filhos do presidente que compareceu, sentou-se algumas fileiras atrás.

Veja Também

Foragido condenado por mais de 100 estupros é preso após fuga de presídio

A Polícia Penal recapturou Wanderson Alves Carvalho, condenado por mais de 100 estupros em Goiás. …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.