Início » Destaque Geral » POLICIA CIVIL (GIH) APRESENTA UM DOS AUTORES DE CRIME BÁRBARO OCORRIDO EM UMA PROPRIEDADE RURAL À CERCA DE 80 KM DE JATAÍ

POLICIA CIVIL (GIH) APRESENTA UM DOS AUTORES DE CRIME BÁRBARO OCORRIDO EM UMA PROPRIEDADE RURAL À CERCA DE 80 KM DE JATAÍ

O delegado do Grupo de Investigação de Homicídio (GIH) Dr Elexandre Cezar Rossignolo, apresentou na tarde desta segunda-feira 10 de Setembro de 2018, Waldir Alves André Júnior, preso preventivamente em Santa Vitória-MG, Waldir é o terceiro envolvido na morte brutal e ocultação de cadáver do jovem Marco Tulio Caetano da Silva de 18 anos, que havia desaparecido no dia 30 de Março do ano corrente em uma propriedade rural à cerca de 80 km de jatai, é seu corpo encontrado no dia 11 de Abril pela equipe náutica do Corpo de Bombeiros, dentro do Rio felicidade na propriedade rural. Na tarde do dia 11/4, através de investigações do (GIH) chegaram até dois suspeitos de participarem da morte é ocultação do cadáver, sendo EUDESNEI SOUZA SILVA DE 22 ANOS É IAD HASAN ZAGLUL DE 46 ANOS. A vítima trabalhava na propriedade rural, que é de propriedade de familiares do IAD, é que na noite do crime os três juntamente com WALDIR ALVES ANDRÉ JÚNIOR DE 26 ANOS, foram para a sede da fazenda ingerir bebida alcoólica e jogar baralho e no decorrer, WALDIR e a vítima Marco Tulio teve um desentendimento, quando Waldir sacou a arma e efetuou os disparos.

Marco Túlio foi morto com três tiros na nuca, alegaram tanto Waldir quanto os outros indiciados que ele estava provocando eles com luta e que eles acabaram em razão disso dominando ele e assim que o dominaram Waldir teria efetuado três disparos na nuca de Marco Túlio, logo após o homicídio, os três abriram o corpo da vítima retiraram todos os órgãos e encheram de pedras e atiraram esse corpo no Rio Felicidade, com a intenção de ocultar o cadáver.
Vítima e autores eram todos amigos, Waldir estava na condição de tio, ele é irmão do padrasto da vítima.
Waldir alega que cometeu o crime em um momento de embriaguez é não tinha nenhum motivo é nenhuma razão para matar, se diz arrependido. Waldir será encaminhado ao presídio local, já IAD encontra-se foragido. Os três foram indiciados por homicídio e ocultação de cadáver.

Texto: ROTA POLICIAL JATAÍ

Veja Também

Confira as vagas de emprego no sine pra esta quinta-feira (20/09)

Ajudante, auxiliar de lanchonete Analista de Marketing Analista de TI Analista Fiscal – Superior em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *