Início » Destaque Coluna » Prefeitura de Goiânia vai testar mais 2.660 moradores para Covid-19 neste sábado

Prefeitura de Goiânia vai testar mais 2.660 moradores para Covid-19 neste sábado

A Prefeitura de Goiânia por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realiza neste sábado, 30, a segunda etapa para testagem rápida da população de Goiânia para Covid-19. O inquérito sorológico – pesquisa para identificar a contaminação das pessoas pelo novo coronavírus (SARS-Cov-2) – será feito com amostra de soro sanguíneo. Para isso, será necessário coletar sangue por punção venosa.

Participarão do inquérito 728 profissionais divididos em 364 equipes. Cada equipe será composta por um profissional de saúde (Enfermeiros; Técnicos e Auxiliar de Enfermagem; Técnicos de Laboratório; Biomédico) e um Agente de Combate à Endemias (ACE). Todos estarão devidamente uniformizados, utilizando equipamentos de proteção individual e identificados com crachás.

Além da coleta, os profissionais vão aplicar um questionário aos participantes do inquérito que foram escolhidos por sorteio aleatório.

Resultado mais próximo da realidade

Serão utilizados testes oriundos do Ministério da Saúde, porém a metodologia será diferente da primeira etapa, quando foi utilizado o sangue colhido da ponta do dedo da pessoa. Com o teste feito agora, a partir do soro sanguíneo, que possui uma maior concentração de anticorpos, espera-se encontrar um resultado mais próximo da realidade da circulação do novo coronavírus em Goiânia.

A mudança de metodologia se deu por conta do baixo índice de casos positivos encontrados na primeira etapa do inquérito e também por conta da recomendação de um estudo feito em São Paulo. De acordo com o estudo, testes realizados a partir do sangue coletado por punção venosa, podem ter uma maior eficácia.

“Através dos resultados desse inquérito teremos um cenário epidemiológico mais real, e isso reforçará as medidas de controle e prevenção da doença que a secretaria já adota”, enfatiza a secretária de Saúde de Goiânia, Fátima Mrué.

Veja Também

Nuvem de gafanhotos: Argentina diz que controle químico foi satisfatório

Segundo relatório divulgado pelo Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Alimentar da Argentina (Senasa), a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *