Início » Regional » Goiás » Cachoeira Alta » PRESOS COSTROEM CASAS PARA DOAR ÀS FAMÍLIAS DE VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA EM CACHOEIRA ALTA

PRESOS COSTROEM CASAS PARA DOAR ÀS FAMÍLIAS DE VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA EM CACHOEIRA ALTA

Sete detentos da unidade prisional de Cachoeira Alta, região sul de Goiás, participaram da construção da primeira casa do “Amparando Vítimas”. A iniciativa consiste em doar moradias às famílias que perderam parentes por causa da violência.

A entrega da primeira casa popular do programa aconteceu na quinta-feira (29). Uma moradora da cidade que perdeu o filho, vítima de violência, se emocionou ao receber a doação.

As obras duraram seis meses e foram executadas pelos presos. O diretor da unidade prisional de Cachoeira Alta, Rômulo Inácio, contou que os sete detentos que trabalharam na obra receberam remição da pena, sendo um dia a menos na sentença a cada três dias de trabalho, conforme estipula a lei de execução penal.

“Neste projeto, o objetivo maior é a ressocialização e ainda dar dignidade ao preso para que ele cumpra a sua pena. Um dos presos é do regime semiaberto e outros seis do regime fechado. Dois deles são pedreiros, um pintor, um eletricista e os demais, serventes”, disse.

Os recursos financeiros para a obra vieram do Conselho da Comunidade na Execução Penal da Comarca e da Prefeitura de Cachoeira Alta, com o apoio do Poder Judiciário da cidade.

O Governo do Estado disse que a ação tem parceria com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) e a Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP). Com o projeto, eles esperam diminuir a reincidência criminal, oferecendo programas de capacitação profissional para a população carcerária.

O projeto foi desenvolvido em parceria com o poder judiciário, a 6ª Coordenação Regional Prisional da DGAP, Conselho da Comunidade na Execução Penal da Comarca, Ministério Público e Prefeitura de Cachoeira Alta.

Fonte: G1

SE INSCREVA E ATIVE O SININHO NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE

 

 

Veja Também

Previsão do tempo, Cotações e muito mais por Marlene Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *