Quem são os Influencers investigados por esquema de falsas rifas

foto: Reprodução

Ao todo, 7 mandados de busca e apreensão foram expedidos

A Polícia Civil do Rio de Janeiro deu início nesta quarta-feira à Operação Sorte Grande, com o objetivo de desmantelar um esquema de rifas falsas online que movimentou pelo menos R$ 15 milhões.

De acordo com as investigações da Delegacia do Consumidor (Decon), influenciadores com milhões de seguidores nas redes sociais estavam envolvidos na promoção de sorteios de bens que nunca eram entregues.

Os agentes estão executando 7 mandados de busca e apreensão contra 5 suspeitos, todos investigados por estelionato, crime contra a economia popular e associação criminosa.

Entre os investigados estão Luiz Guilherme de Souza, conhecido como Gui Polêmico, com 15 milhões de seguidores; Samuel Bastos de Almeida, conhecido como Almeida do Grau, com 450 mil seguidores; e Nathanael Cauã Almeida de Souza, conhecido como Chefin, com 13,5 milhões de seguidores.

O esquema envolvia rifas de prêmios atrativos, como dinheiro, celulares, carros de luxo e até apartamentos. Para tornar o golpe convincente, os criminosos simulavam a entrega de prêmios mais valiosos a comparsas, divulgando vídeos falsos em suas redes sociais.

Prêmios menores eram entregues aos vencedores para incentivar a participação nos sorteios. No entanto, há suspeitas sobre a condução dos sorteios, que pareciam criar uma falsa ilusão de chances reais de vitória.

A polícia suspeita que os sorteios eram realizados sem transparência ou qualquer forma de auditoria, tornando a fiscalização difícil para os participantes. Com os mandados de busca e apreensão desta quarta-feira, a Decon espera obter mais informações sobre as plataformas utilizadas para operar os sorteios, que frequentemente têm sede no exterior.

FONTE: terrabrasilnoticias

Check Also

Saiba quem é o pastor que fazia ‘unção’ de órgãos genitais e tinha relações com fiéis

Preso preventivamente, o pastor Sinval Ferreira (foto em destaque), 41 anos, é o religioso alvo da …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *