Se detonada no centro de Goiânia, bomba de hidrogênio atingiria de Anápolis a Varjão

A Coreia do Norte anunciou nesta semana que teria feito um teste bem-sucedido com uma “versão miniatura” daquela que seria a bomba mais poderosa já criada até então, segundo especialistas.

O governo coreano anunciou o teste na TV estatal norte-coreana depois que o  Serviço Geológico dos Estados Unidos ter detectado uma atividade sísmica fora do comum no nordeste da Coreia do Norte.

Até hoje, nenhuma bomba teria superado a potência da “Bomba-Czar”, uma bomba de hidrogênio de 50 megatons (o equivalente a 50 milhões de toneladas de dinamite). Ela foi detonada durante um teste do governo soviético em outubro de 1961. O poder destrutivo dela era 3 mil vezes maior do que a “Little Boy”, bomba lançada sobre Hiroshima em agosto de 1945.

Em uma simulação no site Nuclear Secrecy, que utiliza a base do Google Maps para demonstrar o poder destrutivo de uma bomba em qualquer local do planeta, foi possível ver que, se a “Bomba-Czar” fosse detonada no centro de Goiânia, a destruição atingiria cidades ao redor, como Aparecida de Goiânia, Ouro Verde de Goiás, Nerópolis, Anápolis, Bela Vista de Goiás, Hidrolândia, Varjão, Guapó, Trindade, Inhumas, Goianira, Santa Bárbara de Goiás, Senador Canedo e Leopoldo de Bulhões.

Se somadas, as populações das cidades seriam cerca de 1.848.126 pessoas atingidas (tomando como base o senso do IBGE de 2010).

Fonte: O Popular

Check Also

Anvisa proíbe marca famosa de shampoo e exigiu retirada das prateleiras

Foto: Reprodução/ Internet A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é uma entidade governamental brasileira …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *