Sem burocracia e “dor de cabeça” para construir a tão sonhada casa

O entorno do DF conheceu uma nova modalidade de compra de imóveis, o Casas do Vale, voltado a atender quem deseja viver um uma casa planejada para suas necessidades, mas sem ter o trabalho de construí-la. O projeto e a casa modelo foram apresentados ao público no último fim de semana.

O Casas do Vale é uma reserva especial de 53 terrenos localizados dentro do Brisas do Vale, um dos condomínios horizontais em desenvolvimento no Reserva do Vale, uma cidade criativa com capacidade de receber até 50 mil moradores no entorno do DF.

Nesta modalidade de compra, os compradores terão a oportunidade de escolher entre projetos de casas térreas de 125 metros quadrados (m²), com 3 quartos, salas de pé direito duplo e fachadas modernas. Outra opção são os sobrados de 3 quartos com áreas de 147m². Todos os projetos oferecem a possibilidade de energia fotovoltaica, piscina e área gourmet.

Emerson Vieira, diretor comercial do Reserva do Vale, explica que o projeto Casas do Vale foi pensado com o intuito de amenizar as burocracias e o estresse que as famílias enfrentam ao construir sua casa própria, pois normalmente a jornada de uma obra é desafiadora, envolvendo contratação e aprovação de financiamento, aprovação de projetos de arquitetura e complementares, gerenciamento de trabalhadores, aquisição de materiais e um grande investimento de tempo.

Os sobrados do Casas do Vale serão entregues em 18 meses, enquanto as casas térreas estarão prontas em apenas 12 meses. Os compradores terão a opção de financiar a compra em até 240 parcelas diretamente com a construtora após a entrega das chaves. Aqueles que já possuem o terreno podem contratar apenas a construção da casa.

“Além dos compradores da reserva especial, nós também ofereceremos a possibilidade dos 500 proprietários que adquiriram lotes no Reserva do Vale para contratar o projeto e a construção da casa com a gente”.

 

Arquitetura

Para a arquiteta e urbanista do projeto Casas do Vale, Virna Carvalho, o resgate das boas relações humanas começa com a construção de espaços mais sociáveis, no qual o ser humano consegue ter mais contato com vizinhos, parentes, natureza e o animais.

Responsável pelo projeto tanto do Reserva do Vale quanto do Casas do Vale, a arquiteta Virna Carvalho destaca ainda que o projeto Casas do Vale possui linhas contemporâneas, que atualmente vem ganhando a preferência do público, e os projetos das casas foram desenvolvidos com objetivo para favorecer a integração entre os moradores. “A parte social da casa é integrada estar com jantar para facilitar a convivência e a confraternização das famílias no final do dia, ou no final de semana. Isso é um ponto muito importante que priorizamos”, afirma.

O casal que vivem na cidade satélite do Gama, Renato Ribeiro, especialista de segurança da informação e Rafaela Rocha, empreendedora, foram conhecer de perto o Casas do Vale, depois de virem o anúncio do lançamento pelas redes sociais e ficaram encantados com magnitude do projeto, tanto da cidade criativa quanto das casas. “A gente decidiu que vamos morar aqui pela qualidade de vida e segurança aqui oferecidas. O bom é saber que nós poderemos ter contato com a natureza, criar pets e criar os filhos brincando ao ar livre”, disse Renato.

O casal Karina Struck e Ricardo Viana, empresários de Valparaíso, também irão viver no Reserva do Vale e elogiaram o padrão de qualidade do material utilizado nas obras. “Acompanhamos a implantação do Reserva do Vale desde o começo. O material é de ótima qualidade, de primeira linha e isso me chamou atenção a aderir à aquisição de uma casa”, ressalta Ricardo.

O Reserva do Vale é um bairro com um conceito de cidade criativa no entorno do DF com mais de dois milhões de metros quadrados e capacidade para abrigar até 30 mil famílias quando estiver no pico de ocupação. Ele incluirá condomínios horizontais, verticais, parques, shoppings, comodidades, espaços culturais, ciclovias, tecnologia de monitoramento, entre outros recursos.

Para Roberto Naves, um dos empreendedores da Incorporadora Plano Urbano, bairros com atributos de cidade criativa é uma tendência mundial. “A população do entorno de Brasília precisa de projetos que ofereçam a possibilidade dos moradores poderem viver, se divertir e trabalhar em um mesmo lugar, um espaço que integra a cultura, a qualidade de vida, tecnologia e diferentes equipamentos urbanos”, comentou, a respeito da Reserva do Vale. A ideia do Casas do Vale, ele ressaltou, surgiu para facilitar ainda mais para o cidadão brasiliense e do entorno o acesso ao projeto.

COMUNICAÇÃO SEM FRONTEIRAS
Raquel Pinho e equipe
Para falar com a gente: 62-3522 3163 | 62-99915 5713
Whatsapp: 62 – 99900 0328 | 62 98273 0096 | 62 99919 9659 | 62 9199-2662
Instagram: @comunicacaosemfronteiras
Twitter:@semfronteirasc1
FB:/semfronteirascomunica

Check Also

Ronnie Lessa já reduziu pena em 200 dias lendo livros

foto: reprodução Ronnie Lessa, ex-policial militar e suspeito do assassinato da vereadora Marielle Franco e …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *