Início » Destaque Geral » SMS abre investigação para apurar morte de médico com suspeita de H1N1

SMS abre investigação para apurar morte de médico com suspeita de H1N1

A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) enviou à reportagem no início da noite deste domingo (1º) nota em que lamenta a morte do pediatra Luiz Sérgio de Aquino Moura, de 57 anos. Conforme noticiado, o médico estava internado em estado grave no Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), com suspeita de H1N1.

Em comunicado, a pasta diz lamentar profundamente o falecimento e informa estar em andamento a investigação epidemiológica para saber as causas da morte. “Os materiais biológicos do Dr. Luiz Sérgio de Aquino Moura foram coletados e encaminhados para análise laboratorial”, diz a SMS, sem citar a suspeita de H1N1.

Luiz Sérgio atendia no Cais Campinas, um dos mais importantes centros de saúde da capital, com grande fluxo de pacientes com suspeitas do vírus. No último plantão na unidade, na quarta-feira (28/03), o médico não demonstrou aos colegas de trabalho nenhum sintoma.

Nos grupos de WhatsApp e na página pessoal do médico no Facebook, comentários perfilam um profissional comprometido tanto com a família quanto ao trabalho. “Meu tio não resistiu e faleceu”, escreveu a sobrinha Bruna Timóteo Teixeira.

Confira abaixo a íntegra da nota da SMS:

A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) lamenta profundamente e com grande pesar o falecimento do Dr. Luiz Sérgio de Aquino Moura, médico pediatra, profissional dedicado e competente que muito contribuiu para a assistência pediátrica em Goiânia. A SMS manifesta seu apoio, seu pesar e sua solidariedade a todos os familiares e amigos.

Sobre o caso, a SMS informa que a investigação epidemiológica para saber as causas da morte está andamento e que materiais biológicos do Dr. Luiz Sérgio de Aquino Moura foram coletados e encaminhados para análise laboratorial.

SMS

   Fonte: Jornal Opção

Veja Também

Previsão do tempo, Cotações e muito mais por Marlene Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *