Suspeitos saíram rindo depois de atirar em estudante de Administração no Setor Marista

A Polícia Civil apresentou, na manhã desta quinta-feira (7), Murillo Eduardo Conceição e os irmãos Artur e Bruno Dias Stival, suspeitos no homicídio do estudante de Administração, Gabriel Caldeira, 19 anos. De acordo com a delegada que investigou o caso, Ana Cláudia Stoffel, não houve troca de ofensas, mas apenas um “estranhamento”.

Segundo informações, o trio passou de carro – o Corolla prata – ao lado de Gabriel, que estava com mais três amigos, e não gostou do fato de ter sido olhado. Bruno instigou Arthur, que dirigia o veículo, para voltar no local. Quando eles alcançaram novamente o grupo de amigos, Bruno perguntou: “o que você está olhando?”. Gabriel rebateu: “olhando o quê? O que eu te fiz?” Foi então que, segundo a polícia, a arma foi repassada para Murillo, que efetuou dois disparos contra o estudante de Administração.

Depois disso, os três, juntamente com duas jovens menores de idade, saíram rindo do local, de acordo com a polícia. “É uma situação que nos causa perplexidade, indignação”, disse o secretário de Segurança Pública, José Eliton (PSDB), que compareceu rapidamente à apresentação.

Murillo foi preso na quarta-feira (6) na BR-153, enquanto voltava de Mato Grosso. A polícia acredita que a intenção do jovem era buscar dinheiro para continuar em fuga. Familiares garantem que ele iria se entregar na delegacia. Os irmãos Stival foram presos na casa da tia, onde se escondiam, juntamente com o carro.

Segundo suspeitos, a arma do crime, um revólver calibre 38, foi adquirida na internet. O trio garantiu, ainda, que estava lúcido no momento do crime.

Fonte: O Popular

Check Also

BOMBA: Governo Lula alterou dados da Previdência para reduzir projeção de despesa em R$ 12 bi

Créditos: Shutterstock O governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) realizou uma mudança de …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *