Início » Destaque Coluna » Três homens são presos suspeitos de matar travesti em rua de Goiânia

Três homens são presos suspeitos de matar travesti em rua de Goiânia

Três homens foram presos suspeitos de matar uma travesti de 25 anos em uma rua de Goiânia. De acordo com Bruno Alves, tenente da Rotam, o atirador foi um jovem de 21 anos, o segundo rapaz dirigiu o carro e o terceiro acompanhou o crime. Uma câmera de segurança mostrou quando um homem se aproximou e fez vários disparos. A vítima ainda tentou correr, mas acabou morrendo.

“Recebemos a denúncia de um homem armado em bar, ele arremessou a pistola para debaixo do balcão, os agentes fizeram a apreensão da arma e viram que era do calibre 765. Já sabíamos que tinham usado uma dessa com essa travesti, e o suspeito afirmou que tinha matado”, explicou o tenente.

g1 não conseguiu localizar a defesa dos suspeitos até a última atualização desta reportagem.

A prisão, segundo o tenente, aconteceu na madrugada desta sexta-feira (13), mas o crime aconteceu no dia 22 de abril deste ano. Durante a abordagem, os policiais gravaram um vídeo em que um dos suspeitos confessou ter matado a travesti e alegou que eles tinham uma desavença antiga.

O tenente descreveu que o suspeito que atirou disse que a briga dele com a vítima foi causada por dívida de drogas. O investigado contou aos policiais que comprou a arma cerca de um mês antes do crime e que em 2021 já tinha “dado tiros” nela, que tinha saído da região por um tempo.

No vídeo, o jovem explicou que um dos suspeitos marcou de ver a travesti no local do crime, mas ele que atirou. O tenente narrou que os suspeitos foram encaminhados à Central de Flagrantes.

g1 tentou contato com a Polícia Civil às 7h29 desta sexta-feira (13) para obter mais informações sobre a prisão e o depoimento dos suspeitos, mas não teve retorno até a última atualização desta reportagem.

Conforme relato da Rotam, foram apreendidos 50 comprimidos de ecstasy, 20 litros de lança-perfume e o carro e a arma utilizados no crime.

O crime

Moradores da região disseram que nunca viram a vítima na região. Eles contam que ouviram cerca de dez tiros.

Vídeos mostram quando a travesti está parada em uma esquina segurando uma mala com roubas e uma pequena bolsa com maquiagem. Ela, então, começa a andar pela rua e é surpreendida por um homem armado que corre de frente a ela.

A vítima solta a mala, se vira e começa a correr. O criminoso, então, começa a fazer vários disparos pelas costas dela. A travesti morreu no local.

Fonte:G1

Veja Também

Foragido condenado por mais de 100 estupros é preso após fuga de presídio

A Polícia Penal recapturou Wanderson Alves Carvalho, condenado por mais de 100 estupros em Goiás. …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.