Tribunal de Haia proíbe Venezuela de anexar território da Guiana

Decisão da Corte Internacional de Justiça (CIJ) proibiu, nesta sexta-feira (1º/12), a Venezuela de tentar anexar a região de Essequibo, na Guiana, ao seu domínio. A parcela reivindicada por Caracas representa metade do território da Guiana e é rica em petróleo.

O Tribunal de Haia, como é conhecida a CIJ, decidiu, por unanimidade, que o país não pode tomar qualquer ação para interferir no atual status do território em disputa. Restringe também atitudes de ambas as nações que possam resultar no agravamento do conflito.

Editoria de Arte/MetrópolesArte colorida sobre Mapa da disputa entre Venezuela e Guiana - Metrópoles
Mapa da disputa entre Venezuela e Guiana

A decisão acontece às véspera de um referendo, convocado pelo presidente Nicolás Maduro, para deliberar sobre a anexação da Guiana Essequiba. A consulta pública está marcada para este domingo (3/12).

No X (antigo Twitter), o líder venezuelano defendeu a incorporação do território. “Não deixaremos que ninguém nos tire o que nos pertence, nem trairemos os nossos princípios. Defenderemos Essequibo!”, escreveu.

Fonte: metropoles

Check Also

URGENTE: em pesquisa AtlasIntel, Pablo Marçal já ultrapassa Tabata e aparece em terceiro colado em Nunes; veja números

Guilherme Boulos, deputado federal e pré-candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PSOL, lidera as …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *