Veja o que agências internacionais estão falando sobre as denúncias feitas por Elon Musk

O empresário Elon Musk chamou a atenção global para o Brasil ao expressar preocupações sobre várias restrições no país, incluindo a implementação de medidas de censura intensas. Musk não se limitou a declarações vagas, mas nomeou especificamente o ministro Alexandre de Moraes do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Segundo informações do Conexão Política, desde que Musk, proprietário da rede X/ex-Twitter, tornou públicas essas alegações, veículos de notícias internacionais começaram a cobrir o assunto. Reuters e Bloomberg já estão ecoando as acusações de censura em larga escala no Brasil.

A Reuters, em sua reportagem, menciona o histórico de Moraes, que ordenou investigações contra executivos do Telegram e Google por criticarem o PL 2630, conhecido por alguns como PL das Fake News e por outros como PL da Censura.

A matéria cita: “Em vez de deixar para os tribunais, o PL atribui às empresas a responsabilidade de encontrar e denunciar material ilegal, e impõe pesadas multas se as empresas não o fizerem”.

A Bloomberg também está acompanhando a magnitude que o caso está alcançando. Entre outras coisas, é mencionado que a ação do Judiciário brasileiro pode ter infringido garantias legais e constitucionais.

FONTE: terrabrasilnoticias

Check Also

Saiba quem é o pastor que fazia ‘unção’ de órgãos genitais e tinha relações com fiéis

Preso preventivamente, o pastor Sinval Ferreira (foto em destaque), 41 anos, é o religioso alvo da …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *