Início » Colunas » Coluna - Segurança Pública » Vidraceiro é preso suspeito de matar homem com golpes de capacete por ciúmes da esposa

Vidraceiro é preso suspeito de matar homem com golpes de capacete por ciúmes da esposa

Um vidraceiro de 37 anos foi preso suspeito de matar um homem com vários golpes de capacete, em Goiânia. Segundo a Polícia Civil, Eder Vasconcelos Lima cometeu o crime por ciúmes da esposa, alegando que a vítima, o frentista Marcos Antônio Alves, de 54 anos, teria a assediado.

Imagens feitas por celular mostram o homem deitado no chão após ser agredido e Eder em pé, em cima dele. De acordo com a polícia, o suspeito impediu que outras pessoas ajudassem Marcos Antônio.

Durante a apresentação à imprensa na manhã desta quarta-feira (4), na Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), o suspeito preferiu ficar em silêncio. Eder também não quis falar durante seu depoimento à polícia para dar sua versão sobre o crime. O G1 não conseguiu localizar a defesa dele.

A Polícia Civil acredita que Marcos Antônio tinha assediado a esposa do suspeito. No último dia 22 de outubro, o vidraceiro estava em um carro no setor Garavelo B, perseguiu e cercou a vítima, que estava de moto.

“Ele pegou o capacete da vítima e começou as agressões, xingando ele de vagabundo, falando que ele tinha mexido com a mulher dele. Tudo isso à luz do dia, na frente de muitas pessoas”, disse o delegado Murillo Leal Freire.

Ainda segundo o delegado, algumas pessoas tentaram ajudar a vítima, mas Eder as impediu. Porém, com a chegada de mais pessoas ao local, ele acabou fugindo. A vítima chegou a ser socorrida, mas morreu quatro dias depois. Desde a época do crime, Eder estava escondido.

“Fizemos buscas na casa dele, na região, mas não o encontramos. No dia 2 de dezembro ele se apresentou à polícia com um advogado, mas nós já tínhamos o mandado de prisão contra ele, que foi cumprido naquele momento”, completou o delegado.

Eder está preso temporariamente por cinco dias e responde por homicídio qualificado, pois o crime foi por motivo fútil e de maneira cruel. O inquérito foi concluído e a polícia pediu a prisão preventiva, para que ele continue detido até o julgamento.

Fonte: G1

Veja Também

Caixa começa a pagar Abono Natalino a mais de 270 mil famílias beneficiadas pelo Bolsa Família em Goiás

A Caixa Econômica Federal (CEF) começou a pagar o Abono Natalino a mais de 270 mil famílias …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *