WhatsApp não vai mais funcionar em todos os aparelhos

Quem dera fosse brincadeira, mas a verdade é que o aplicativo de mensagens WhatsApp deixará de funcionar em alguns sistemas operacionais até dezembro de 2016. O anúncio foi feito pela própria empresa em seu blog.

De acordo com a publicação, a suspensão do aplicativo em alguns aparelhos surgiu através da constatação de que quando o Whatsapp iniciou, em 2009, “a maneira com que as pessoas utilizavam smartphones era bem diferente do que é hoje”.

Na época, quem comandava o mercado de smartphones era os sistemas operacionais desenvolvidos pela BlackBerry e Nokia, enquanto Google, Apple e Microsoft, responsável por 95% das vendas atuais de aparelhos celulares, totalizavam, em 2009, apenas 25%.

Com esta mudança, de mercado e de comportamento, e mirando no futuro, a equipe do Whatsapp optou por suspender o suporte do aplicativo para algumas plataformas de celular.

Veja se o seu aparelho entra na lista:

  • BlackBerry, incluindo BlackBerry 10
  • Nokia S40
  • Nokia Symbian S60
  • Android 2.1 e Android 2.2
  • Windows Phone 7.1

A Empresa considerou a decisão como difícil de ser tomada, mas necessária. O objetivo da ação é o de oferecer aos usuários melhores maneiras de se comunicarem através do aplicativo, evolução que não seria possível se o Whatsapp continuasse oferecendo suporte às antigas atualizações. “Por mais que estes aparelhos celulares tenham feito uma importante parte em nossa história, eles não possuem a capacidade requerida para que possamos expandir os recursos de nosso aplicativo no futuro”.

Portanto, se o seu aparelho entra na lista dos sistemas que terão o WhatsApp suspenso, a única maneira de continuar usufruindo do serviço é adquirindo um novo aparelho celular que se encaixe no perfil exigido pela empresa.

Fonte: O Popular

Check Also

Veja os erros da gestão do Governo Lula que agravaram epidemia de dengue

Fotos: Julia Prado/MS A epidemia de dengue no Brasil em 2024 é uma preocupação significativa, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *