Início » Destaque Coluna » Namorado confessa ter matado diarista que estava desaparecida, diz delegada

Namorado confessa ter matado diarista que estava desaparecida, diz delegada

Namorado da diarista Luiza Helena Pereira, de 38 anos, confessou que matou a mulher. Nesta segunda-feira (16), ele levou os policiais ao local em que escondeu o corpo dela: uma cisterna em Cristianópolis, no sudeste de Goiás.

A delegada Luiza Veneranda contou que, além da confissão do homem, também tem elementos periciais que indicam que ele foi o autor do crime. “Há vestigios que nos deram a confirmação de que ela foi assassinada por ele”, disse.

O homem foi preso no domingo (15) em uma casa no município de Paranã, região sudeste do Tocantins. A defesa dele disse que ainda não pôde conversar com o cliente para saber sobre a motivação do crime, mas que, “ao que tudo indica, ele agiu no calor da emoção, do ciúme”.

A diarista estava desaparecida desde o último dia 9 de maio, quando jantou com o companheiro na casa de um irmão em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital.

Os parentes contaram que, naquela noite, o casal discutiu porque Luiza havia colocado uma senha no próprio celular e isso teria irritado o namorado.

Após saber da notícia da morte da irmã, Luiz Magno pediu por justiça e lembrou a pessoa que Luiza foi.

“Isso tem que acabar. Tanta gente que amava a Luiza, estamos todos quebrados. Ele acabou com uma família”, disse.

Fonte:G1

Veja Também

Após morte de Ronaldo Caiado Filho, Goiás decreta luto oficial de três dias e fecha agenda do governador

O governador Ronaldo Caiado (UB) decretou luto oficial no estado por três dias pela morte …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.