Início » TV Portal » Taxa do príncipe: empresa da “família imperial” faturou R$ 5 milhões

Taxa do príncipe: empresa da “família imperial” faturou R$ 5 milhões

A Companhia Imobiliária de Petrópolis (CIP), empresa dos herdeiros da família imperial do Brasil que administra a chamada “taxa do príncipe” cobrada em Petrópolis, no Rio de Janeiro, teve faturamento de R$ 5,161 milhões em 2020. 

Desse total, R$ 4,883 milhões foram das chamadas receitas operacionais, provenientes da atividade principal da empresa.

O valor é cerca de 3% maior que o de 2019. Naquele ano, a companhia teve receita anual de R$ 5,028 milhões, sendo R$ 4,827 milhões da área operacional. Apenas nos dois últimos anos, portanto, a empresa faturou R$ 10,189 milhões. Os dados fazem parte do balanço mais recente da CIP, segundo registros da Junta Comercial do Rio de Janeiro, ao qual o Metrópoles teve acesso.

. A “taxa do príncipe”, ou laudêmio, é recolhida no centro e em alguns bairros mais valorizados de Petrópolis, cidade que tem sofrido uma tragédia devido às chuvas nas últimas semanas. Ao menos 180 pessoas morreram e 116 estão desaparecidas.

fonte : metropolis

Veja Também

Caminhão passa por cima de carro e mata casal que tinha estacionado para trocar pneu em Pires do Rio, diz PRE

Motorista da carreta desengatou duas caçambas de soja e fugiu sem prestar socorro, segundo a …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.