Início » Notícias » Agronegócio » Goiás deve produzir 21,72 milhões de toneladas de grãos

Goiás deve produzir 21,72 milhões de toneladas de grãos

Projeções divulgadas nesta quinta-feira (8), pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estimam queda de 0,7% na produção de grãos em Goiás. O Estado deverá produzir 21,72 milhões de toneladas, resultado inferior em relação à safra passada. Já a área plantada com grãos em Goiás cresceu 0,8% nesta safra – chegando a mais de 5,28 milhões de hectares. Os dados fazem parte do 5° Levantamento da Safra de Grãos 2017/2018.

De acordo com o analista técnico do Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag), Cristiano Palavro, a redução ocorre principalmente em função da queda na produtividade média das lavouras, já que o clima tem sido menos favorável nesta safra do que na anterior.

Entre os principais produtos, destaque para o crescimento esperado para a produção de soja, que com aumento de 3,4% na área plantada e manutenção da produtividade média da safra passada, deve colher um volume de 11,18 milhões de toneladas. “A colheita da soja já iniciou no estado, sendo que até o momento cerca de 5 a 6% da área total já foi concluída”, destaca o analista.

Milho

Para o milho, as expectativas são de produção inferior ao ciclo passado. No caso do milho 1ª Safra, cultivado no verão, a queda na área plantada foi de 17,6%, chegando a 214 mil hectares. A produtividade média também deve ser menor nesta safra (-3,3%). Com isso o milho de verão deve produzir cerca de 1,65 milhão de toneladas, resultado 20,4% inferior a safra passada.

Já o milho 2ª Safra, mais conhecido como milho safrinha, também deve apresentar redução na produção total neste ano. Com o atraso ocorrido na implantação das lavouras de soja no início da safra de verão, a janela ideal para o cultivo da safrinha ficou mais estreita. Com isso, a Conab estima queda de 5,1% na área plantada de milho safrinha, que deve ficar em torno de 1,19 milhão de hectares nesta safra. A produção total projetada para a cultura é de 7,37 milhões de toneladas – queda de 2,5% em relação a 2017.

Sorgo

No sorgo, cultura em que Goiás se destaca como maior produtor nacional, a expectativa é de elevação na área plantada nesta safrinha – 7,8%, devendo chegar a 248 mil hectares. Mesmo com a leve queda esperada na produtividade média (-1,0%) a produção total de sorgo também deve crescer, alcançando 859 mil toneladas, volume 6,7% superior à safra passada.

Entre os outros cultivos de importância no estado, destaque para as pequenas quedas esperadas na produção de girassol (-2,4%) e de arroz (-3,5%), e as elevações esperadas para o feijão 1ª safra (+1,2%), feijão 2ª Safra (+55%) e o algodão em caroço (+26,9%).

Fonte: www.sucessonocampo.com.br

Veja Também

Superintendente da SMT de Jataí concede entrevista ao Portal

O superintendente da SMT, Dr. Célio Borges, fala sobre seu trabalho a frente da SMT …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *